in

Paralelos entre doenças cognitivas em gatos e humanos são encontrados

Investigadores esperam que descobertas apoiem o diagnóstico rápido e o tratamento do problema

A University of Edinburgh Royal (Dick) School of Veterinary Studies, juntamente com a Universidade da Califórnia, descobriu que as proteínas-chave ligadas às doenças cognitivas em gatos são encontradas de forma semelhante, também, em humanos.

Esta nova investigação demonstrou que o desenvolvimento da disfunção cognitiva funciona de forma semelhante à demência. Os investigadores, agora, esperam que estas descobertas apoiem o diagnóstico rápido e o tratamento da doença cognitiva em gatos e humanos, uma vez que ajudam a compreender os indicadores da doença.

O estudo tentou perceber como é que as proteínas beta-amiloide e a tau se desenvolvem em gatos de todas as idades e como se relacionam com o desenvolvimento da disfunção cognitiva.

A pesquisa descobriu que a acumulação de proteínas tau e a região no cérebro em que isso ocorre são indicadores-chave do progresso da demência em gatos.

O estudo foi publicado na revista científica, confira na íntegra.

Fonte: Veterinária Atual, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Médica-veterinária conta como surge e se estabelece a relação tutor-pet

Hospital Veterinário de universidade abre inscrições para campanha de castração

Segundo estudo realizado na Califórnia, gatos preferem receber refeições sem esforço

Foto: (reprodução)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cookie Halloween PremieRpet

Edição limitada: PremieRpet lança cookie temático para o Halloween dos cães

urolitíase em pets

Urolitíase é uma síndrome que pode prejudicar o trato urinário de cães e gatos