Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Pets e Curiosidades

Seu cão dorme mal? Saiba como melhorar o sono dos pets

Assim como nós, os animais também precisam de uma boa noite de sono e alguns cuidados com o bem-estar do seu animal são fundamentais para a sua rotina e saúde
Por Equipe Cães&Gatos
cachorro na cama
Por Equipe Cães&Gatos

Algumas mudanças ambientais e na rotina podem ajudar o cão a dormir melhor, aumentando a qualidade de vida do pet e protegendo a sua saúde. Nessa missão, os tutores devem ser bem ativos, a fim de proporcionar o que é necessário para o cachorro realmente repor as energias durante o seu descanso.

- PUBLICIDADE -

Nós, tutores, podemos ajudar o cão a dormir melhor de diversas maneiras diferentes. O modo como brincamos com ele, a maneira como arrumamos o cantinho de descanso e até mesmo o horário das refeições podem fazer toda a diferença. A seguir, listamos, brevemente, esses principais pontos:

1. Crie uma rotina regular de sono e acorde para o seu cão

Assim como os seres humanos precisam de um horário relativamente equilibrado para dormir, os cães também têm essa necessidade. Eles precisam acordar e dormir mais ou menos na mesma hora, para que o corpinho do cão se acostume com os horários e, dessa maneira, consiga relaxar melhor na caminha.

Se a sua família não possui rotina, ou se sempre há alguém acordado em casa, a ponto de agitar o cão, é importante criar um ambiente mais reservado para ele poder ter uma rotina de sono. Caso contrário, isso poderá dificultar o descanso, aumentar os níveis de estresse e ansiedade e impactar, até mesmo, a imunidade canina. Fique de olho!

O tipo de estímulo que é oferecido pode atrapalhar na hora de ajudar o cão a dormir melhor (Foto: Reprodução)

2. Gaste mais energia do cão ao longo do dia

Gastar a energia do cachorro ao longo do dia é fundamental. Se ele passar o dia inteiro dentro de casa, sem grandes estímulos e brincadeiras, como ele poderá se sentir cansado, à noite, a ponto de dormir durante horas seguidas? Pois assim como nós não conseguimos dormir direito se passamos muitas horas em repouso, sem fazer nada, os animais também passam por esse problema.

Por isso, incluir passeios e brincadeiras estimulantes durante o dia é fundamental. Leve o seu cachorro para passear, experimente montar circuitos no quintal ou, caso seja necessário, cogite a possibilidade de contratar um ‘dog walker’ para cumprir essa função de caminhar com o pet e ajudá-lo a gastar mais energia.

3. Proporcione atividades cognitivas durante o dia

Além de fazer com que o cachorro tenha a oportunidade de gastar energia corporal durante as atividades diárias, propicie a ele algumas brincadeiras que sejam mais cognitivas. Eles precisam de estímulos mentais para desenvolverem habilidades e também para ficarem mais ativos no cotidiano.

Caso contrário, as atividades podem começar a se tornar mais tediosas, o que aumenta a ansiedade e o estresse do cão. Mais tarde, esses aumentos podem prejudicar o sono e o descanso de maneira geral, criando uma bola de neve de problemas. Pense nisso e comece a estabelecer brincadeiras divertidas e interessantes. Inclusive, existem muitos brinquedos para cães que cumprem esse papel. Vale a pena pesquisar e conhecer!

4. Faça com que o local de descanso do seu cão seja confortável

Para ajudar o cão a dormir melhor, é necessário oferecer o que ele realmente precisa para um bom descanso. Isso significa que a caminha e os acessórios oferecidos precisam ser de qualidade, limpinhos e confortáveis, para criar um cantinho bem agradável ao pet. Se a cama estiver muito suja, rasgada ou velha, como o pet se sentirá completamente confortável para dormir? Pois é!

Embora nem todo cão seja exigente nesse sentido, é dever do tutor oferecer a ele um local de descanso que seja realmente seguro e confortável. Caso contrário, se o ambiente for bagunçado, por exemplo, poderá oferecer muitos estímulos ao cachorro, o que o impede de dormir bem.

Prepare um espaço para que ele possa adormecer todos os dias no mesmo ambiente (Foto: Reprodução)

5. Garanta que a temperatura ambiente seja confortável para o seu cão

A temperatura do ambiente também impacta no descanso do cãozinho. Se o espaço for muito frio ou muito quente, isso poderá atrapalhar o relaxamento do pet, causando, inclusive, estresse. No caso de ambientes gelados, o frio excessivo pode resultar em problemas de saúde, o que pioraria o descanso e a qualidade de vida do seu amigo de quatro patas.

É claro que você não precisa instalar um ar condicionado no canil ou na casinha do cachorro, mas ficar atento aos tipos de materiais e à localização da caminha para evitar frio ou calor em excesso é muito importante. Embora estejamos falando de um pet, lembre-se de que ele também sofre, também se irrita e também sente desconfortos. Ofereça a ele um ambiente agradável para dormir bem.

6. Proporcione um ambiente seguro e tranquilo para o seu cão

O cachorro precisa estar se sentindo seguro e confiante para conseguir dormir bem. Se houver estímulos que causam medo, como ruídos ou outros cães que brigam com o seu cachorro, é interessante pensar em estratégias para minimizar esses gatilhos de medo.

Afinal, enquanto o animal não se sentir seguro e tranquilo na sua cama, ele poderá ficar em um verdadeiro estado de alerta. E como ele poderá descansar se permanecer dessa maneira? Por isso, verifique se há alguma coisa que possa estar roubando a tranquilidade do cão, e posicione a cama em um espaço e ambiente que sejam tranquilos, protegidos contra ruídos elevados, etc.

7. Mantenha uma dieta saudável e equilibrada para o seu cão

A alimentação canina tem relação direta com a saúde do animal, e isso não é novidade alguma. Só que além de impactar no peso e nas mais diversas funções do corpo, a alimentação – e a rotina de horários para comer – também pode impactar o sono do cão.

Por conta desses fatores, evite dar muitos alimentos perto da hora de dormir, pois isso pode deixar o cachorro com maiores dificuldades para ficar com sono e adormecer. Afinal, é semelhante ao que ocorre com nós: quando comemos demais e vamos dormir, podemos ter indigestão e dificuldades para realmente descansar bem, não é mesmo? Além disso, a alimentação do cachorro precisa ser saudável e equilibrada, de acordo com o porte, a raça e a idade do cão. O veterinário pode ajudá-lo a encontrar as melhores alternativas nesse sentido.

Pois, dessa forma, o pet manterá a sua nutrição em dia, em horários equilibrados, o que propiciará um maior equilíbrio de diversas funções do corpo, inclusive do sono.

Algumas mudanças ambientais e na rotina podem ajudar o cão a dormir melhor (Foto: Reprodução)

8. Cuidado com os estímulos antes de dormir

Sabemos que muitas pessoas só tem tempo de brincar e de se divertir com o cão à noite, quando chegam em casa do trabalho e têm alguns minutinhos para isso.

Porém, o tipo de estímulo que é oferecido pode atrapalhar na hora de ajudar o cão a dormir melhor. Pois pare e pense: se você começa a brincar intensamente com o cão, dando a ele estímulos por meio de brinquedos e brincadeiras, isso poderá deixá-lo mais ativo do que o esperado. Essa ativação pode dificultar o descanso, fazendo com que o cachorro fique bem acordado e com dificuldades para adormecer.

Além disso, pode fazer com que alguns cachorros, especialmente os mais novinhos, fiquem choramingando e latindo quando são colocados para dormir logo após as brincadeiras. Portanto, evitar esses estímulos excessivos é importante – e fará bem até mesmo ao tutor.

9. Prepare um espaço apenas para o cão dormir

Não fique colocando o cachorro no sofá, depois na cama, depois em um tapete da lavanderia, desejando que, a cada dia, ele venha a dormir bem e sem grandes dificuldades.

Pois pare e pense: você gostaria de dormir, todos os dias, em um lugar completamente diferente? Parece algo um pouco ruim de imaginar, concorda? Com o cachorro é mais ou menos assim.

Se você quer realmente ajudar o cão a dormir melhor, prepare um espaço para que ele possa adormecer todos os dias no mesmo ambiente. Arrume uma caminha, um cantinho aconchegante, seguro e limpo, para que ele associe o espaço com os momentos de descanso. Isso poderá ajudá-lo a relaxar melhor, diferentemente do que aconteceria caso ele fosse posto em um local diferente a cada dia, pois, nesse caso, o estresse e a ansiedade canina poderiam aparecer.

10. Mantenha visitas regulares ao veterinário

As visitas regulares ao veterinário também fazem parte do processo de ajudar o cão a dormir melhor. Isso porque, o profissional poderá manter o check-up do pet sempre em dia, analisando se há algo que possa estar atrapalhando o sono e o descanso.

Caso detecte alguma alteração, o tratamento mais adequado poderá ser prescrito, o que resultará em uma melhora da qualidade de vida do seu amigo de quatro patas. Até porque, às vezes, o pet pode até ter algum problema de saúde assintomático que apenas o veterinário poderá detectar.

Pense nisso e mantenha essas visitas sempre em dia. Dessa forma, além de cuidar do sono do cachorro, você também oferece a ele mais saúde de maneira geral, prolongando a sua vida e aumentando o seu bem-estar.

Fonte: Portal do Dog, adaptado pela Equipe Cães e Gatos.

LEIA TAMBÉM:
É preciso limpar os olhos dos cães? Como fazer isso?
Conheça alguns cuidados com a pele e pelagem de cães e gatos
Médica-veterinária do Exército compartilha sua trajetória e tarefas no canil do batalhão

Compartilhe este artigo agora no