Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Pets e Curiosidades

Tutores perdem 11h de sono por semana preocupados com pets

Preocupações variam entre questões comportamentais e de saúde
Por Equipe Cães&Gatos
Young girl in bed with her pet
Por Equipe Cães&Gatos

Uma pesquisa realizada com dois mil tutores de cães e gatos norte-americanos revelou que as pessoas “entram em pânico” com seus animais 72 vezes por ano. Além disso, quase dois em cada cinco tutores (39%) admitem que perdem mais de 11 horas de sono por semana por estar preocupados com os seus peludos.

- PUBLICIDADE -

O estudo revelou que esses episódios acontecem cerca de seis vezes por mês. O pânico mais comum em animais domésticos acontece quando os peludos vomitam inesperadamente (52%), caem de uma cadeira ou sofá (48%) ou escorregam da coleira quando estão fora de casa (45%).

Outras situações mensais incluem recusar fazer uma refeição (43%), não atender pelo nome (28%), não demonstrar interesse em brincar com os brinquedos (18%) ou fugir de casa ou quintal (15%).

Female model in pyjamas sits on comfortable bed in bedroom, holds modern tablet, embraces her pet
Relação entre humanos e pets está cada vez mais próxima (Foto: reprodução)

Quando o animal doméstico está em casa sem eles, os “pais” ficam preocupados se estão fazendo algo que não deveriam (68%), estão tristes porque ele se foi (47%), estão com fome (45%) ou se saiu de casa ou quintal (21%).

A pesquisa, conduzida pela OnePoll em nome da Tractive, revelou também que os tutores se preocupam com o bem-estar dos animais em média três vezes por dia e passam cerca de cinco horas longe de seu amigo de quatro patas.

Fonte: Agência de Notícias de Direitos Animais, adaptado pela equipe Cães e Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Que impacto ambiental assume a alimentação animal? 

Por que os fogos de artifício afetam tanto os animais?

Quais são as especialidades da Medicina Veterinária que estão em alta?

Compartilhe este artigo agora no