in

Vetnil lança campanha Julho Pet Articular para levar informações aos tutores e pets

Empresa divulga vídeos sobre doenças articulares, como a osteoartrose, em cães e gatos

Todo tutor fica preocupado ao ver seu pet mancando e com dificuldades de se locomover. O que parece um problema simples na pata pode, na verdade, sinalizar algo mais grave, como as doenças articulares, especificamente a osteoartrose. A enfermidade é muito comum em animais idosos, mas pode acometer qualquer espécie, raça ou idade e piorar no inverno, ocasionando mais dor e dificuldade de locomoção.

Pensando em alertar os apaixonados por pets sobre as doenças, a Vetnil promove a campanha Julho Pet Articular – Mês da Conscientização de Doenças Articulares Vetnil. A ideia é levar informação, orientação, dicas de cuidados e de tratamento aos tutores por meio de uma série de quatro vídeos produzidos em parceria com o médico-veterinário especialista em Fisioterapia e Reabilitação Veterinária, Gustavo Vicente.

De forma geral, as doenças da articulação englobam artrite, artrose, osteoartrose, sinovites, necrose asséptica da cabeça do fêmur, displasia coxofemoral, entre outras. Cada uma delas apresenta frequência e evolução distintas, no geral acometendo cartilagens, ligamentos e o osso subcondral e sendo mais comuns nas articulações do ombro, cotovelo, quadril e joelhos.

Cerca de 20% dos cães e gatos apresentam osteoartrose, o que pode gerar dor crônica. Nesse caso, é importante ficar alerta ao comportamento dos pets. Em cães, é comum haver alterações de comportamento, atrofia muscular, dificuldade de caminhar e se movimentar, letargia e tendência a lamber constantemente as articulações acometidas. Já os gatos costumam apresentar irritabilidade, menor tolerância ao contato, mudança dos locais usuais de descanso, além da diminuição da interação com o dono e mudança no padrão de ingestão de água e comida.

Daí a importância de realizar acompanhamento veterinário desde os primeiros sintomas. Em alguns casos, existe a recomendação de terapia preventiva, que envolve uso de medicamentos condoprotetores, além de medidas como a prática de exercícios físicos leves e controle de peso. Os condroprotetores também podem ser utilizados na articulação já acometida, visando recuperar a função articular, em conjunto com outras terapias para controle da dor e melhora do quadro geral do animal, a fim de promover qualidade de vida.

Os vídeos serão divulgados semanalmente ao longo deste mês e estarão disponíveis nas redes sociais da Vetnil.

Fonte: AI, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Cães e gatos contribuem positivamente para a saúde mental dos humanos

Fim da reprodução de braquicefálicos: será, de fato, possível esse marco na Veterinária?

Felinos: Associação americana atualiza diretrizes para cuidados com gatos geriátricos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

alergia alimentar gatos

Royal Canin alerta tutores para os cuidados alimentares com os gatos

faturamento petfood 2021

Projeção: Instituto Pet Brasil aponta que setor pet deve crescer 13,8%, em 2021