Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Pets e Curiosidades

Você sabe quanto tempo dura o cio de uma cachorra? Conheça mais sobre essa fase

Esse é um período muito importante para os animais e mudanças no comportamento e o surgimento de doenças são comuns
Por Equipe Cães&Gatos
cachorra de lacinho
Por Equipe Cães&Gatos

Você sabe quanto tempo dura o cio de uma cachorra? Essa dúvida é muito comum, e é extremamente importante, já que tem tudo a ver com a saúde e o bem-estar da cadela. Os tutores de cachorras devem conhecer bem esse período, tendo em mente que ele acontece mais ou menos a cada seis meses. 

- PUBLICIDADE -

O que é o cio de uma cachorra?

Antes de aprender sobre quanto tempo dura o cio de uma cachorra, é interessante que você entenda o que é, de fato, o cio. Esse é um período muito importante para a reprodução dos cachorros, é a época em que a cadela está mais propensa a acasalar. Resumidamente, esse seria equivalente ao período fértil para as mulheres. As cadelas passam por esse período durante alguns meses no ano, não é todos os meses, como no caso da ovulação das mulheres. 

Assim, acontecendo duas vezes ao ano, o cio é uma época na qual a cadela fica mais “atraente” para os cachorros, exalando cheiros que os atraem para acasalar. O cio vai significar que os órgãos reprodutores da cachorra já estão desenvolvidos, portanto, ela poderá acasalar e ter filhotes. Por isso, é comum que os donos castrem suas cachorras para que elas não passem mais por esse período, evitando a reprodução exagerada e também todas outras questões que envolvem o cio. Se você tem uma cachorra em casa, é muito importante conhecer o período do cio, pois ela pode apresentar comportamentos diversos e até muitas vezes constrangedores para o tutor. 

Se você tem uma cachorra em casa, é muito importante conhecer o período do cio (Foto: Reprodução)

Quanto tempo dura o cio de uma cachorra?

O tempo que dura o cio de uma cachorra pode variar de fêmea para fêmea, mas o tempo estimado é de 21 dias. O cio acontece de seis em seis meses, e é durante esse tempo que a cachorra apresenta os sintomas. Algumas cachorras podem apresentar um cio muito irregular, mas isso não é comum e pode ser preciso uma investigação para entender melhor. Mas o mais comum é que sua cachorra passe os 21 dias no ciclo total a cada seis meses. A parte na qual a cachorra fica mais receptiva às relações sexuais com os machos dura semanas. Mas é importante ressaltar que cada cadela pode ter diferenças no seu cio, por isso, é muito importante estar atento a todos os sinais. 

Como saber se minha cachorra está no cio?

Agora que você já sabe o que é o cio, vamos aprender sobre como saber se a cachorra está nesse período.  É muito comum que as cachorras no cio apresentam comportamentos diversos e será por meio desse comportamentos que você vai identificar o cio. A sua cachorra pode apresentar alguns comportamentos e sintomas quando estiver no cio, entre eles destacamos:

  • Sangramentos; 
  • Inchaços na vulva e na mama; 
  • Busca maior por atenção; 
  • Inquietação; 
  • Algumas cachorras apresentam agressividade; 
  • Maior recepção ao cachorros machos; 
  • Cólicas. 

Realmente não é um período fácil para a cadela, ela pode se sentir muito vulnerável nessa época, muito inquieta e sentir dores. Os tutores devem sempre estar atentos a esses sintomas e comportamentos, eles são indicadores muito fortes do cio. Se precisar, conte os dias em que os sintomas duram e como o comportamento muda à medida que os ciclos passam, assim você poderá entender mais sobre o cio da cachorra.

Esse é um período muito importante para a reprodução dos cachorros (Foto: Reprodução)

Como ajudar a cachorra no cio?

Ajudar a cachorra no cio vai exigir dedicação e atenção dos tutores, também é necessário acompanhamento veterinário para saber a melhor forma de ajudá-la. O cio não é uma fase fácil para a cachorra, muitos hormônios, irritabilidade, dores e também toda a fase de parto pode ser muito complexa. 

Fora isso, a cachorra pode desenvolver muitas doenças que causam complicações na sua saúde, entre  essas doenças destacamos a piometra, que são infecções uterinas e também o câncer de mama. Para ajudar a sua cachorra no cio, é interessante que você mande um profissional de sua confiança castrá-la. Essa é a melhor maneira de ajudá-la. A castração vai evitar problemas de saúde na cachorra e também a reprodução desenfreada. Assim, a cachorra não terá filhotes, diminuindo a população de cachorros que muitas vezes acabam sendo abandonados por falta de pessoas para adotá-los. 

Fonte: Portal do Dog, adaptado pela Equipe Cães e Gatos.

LEIA TAMBÉM:
Eutanásia: chegou, mesmo, a hora do pet partir?
Castrar fêmeas e machos previne problemas de saúde
Cão que auxilia surdos expande seu papel como terapeuta em hospitais

Compartilhe este artigo agora no