Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Clínica e Nutrição

Aves com dietas apenas à base de sementes não apresentam boa absorção de vitamina D

Por Equipe Cães&Gatos
sementes
Por Equipe Cães&Gatos

De acordo com o censo realizado em 2013, pela Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet), juntamente com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), sobre a população de animais de estimação no Brasil, observou-se que a quantidade de aves (37,9 milhões) superava a de gatos (22,1 milhões), tornando o Brasil o segundo País do mundo a ter a maior quantidade de aves canoras e ornamentais.

- PUBLICIDADE -

Com base nisso, é de extrema importância que médicos-veterinários voltados para a área de pets não convencionais tenham um conhecimento técnico sobre as principais doenças e distúrbios que podem acometer aves silvestres, principalmente porque os erros de manejo relativo a esses animais são comuns, devido à falta de conhecimento acerca das características do animal como comportamento, idade, saúde e alimentação.

De acordo com o zootecnista e advogado Dalton Araujo Antunes, a alimentação é um dos principais focos de atenção no cuidado com esses animais, segundo ele, embora existam rações específicas para pets não convencionais, – principalmente as aves – a variedade é pequena e, ainda assim, é comum que os tutores cometam erros como permitir que papagaios comam pão e tomem café, ou oferecerem apenas sementes de girassol durante toda a vida do animal, levando a graves distúrbios nutricionais e metabólicos (MARQUES, 2021).

Dentre tais distúrbios está a doença óssea metabólica, geralmente provocada por hipovitaminose D3 combinada à hipocalcemia e hiperfosfatemia. Nas aves, os precursores da vitamina D são obtidos dieteticamente, mas é no organismo que são convertidos em sua forma ativa pela ação da luz ultravioleta, que atinge as regiões de pele não cobertas por penas.

Essa vitamina é de extrema importância, porque estimula a absorção de cálcio, em conjunto com o paratormônio (PTH) e também induz a reabsorção deste elemento nos túbulos renais e fomenta sua mobilização no osso medular, sendo essencial para ovipostura e desenvolvimento osteoarticular. De acordo com a literatura, aves que possuem dietas apenas à base de sementes não apresentam uma fonte adequada de precursores de vitamina D e cálcio, além disso, o fitato presente no alimento pode reduzir os níveis de cálcio e fósforo disponíveis, levando a quadros de carência nutricional.

Saiba quais os sintomas e tratamentos disponíveis para o problema, lendo o artigo completo em nossa revista on-line. O acesso é gratuito. Clique aqui.

(Foto: C&G VF)

Fonte: Redação Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Outubro Rosa: oncologista veterinário fala sobre o câncer de mama em pets e a importância do diagnóstico precoce

Programa de Fauna exigido pelo Ibama auxilia na conservação de espécies ameaçadas

Universidade Federal da Paraíba lança edital com vagas para residência em Medicina Veterinária

Compartilhe este artigo agora no