in

Citologia é um exame rápido, pouco invasivo e que oferece informações valiosas sobre o pet

Por meio dele, é possível saber se um nódulo se trata de uma neoplasia e, se sim, de qual tipo

A citologia, de acordo com a médica-veterinária, especializada em Patologia Clínica Veterinária, Gisele Conti, é o estudo das células. “Cada célula, seja inflamatória ou neoplásica, têm uma história para contar. E é pela citologia que a gente aprende a entender o que elas ‘falam’”, diz.

Gisele afirma sempre que se identifica um nódulo, massa ou qualquer aumento de volume incomum, é necessário recorrer à citologia. “É o exame mais indicado para triagem de nódulos que aparecem no paciente. É a partir dele que conseguimos identificar os primeiros passos para diferenciar se um aumento de volume é uma inflamação, algum processo infeccioso ou uma neoplasia”, explica.

A profissional acrescenta que qualquer carocinho já vale ser avaliado pelo médico-veterinário, que saberá dizer se é possível fazer a citologia naquela lesão. “Tumores de pele e de mama são bem frequentes em cães e gatos. Ter um exame que ajuda no diagnóstico precoce, melhora a qualidade de vida do paciente”.

Em relação aos métodos de coleta, ela esclarece que é possível colher a citologia de várias maneiras e tudo vai depender da suspeita que se tem. “Pensando nos processos neoplásicos, a citologia por agulha fina (também chamada de punção biópsia aspirativa) vai bem na maioria dos casos. Podemos fazê-la com aspiração (que é colocando pressão negativa na seringa acoplada à agulha) ou apenas com a agulha, que é o método por capilaridade”, menciona.

Gisele diz que a citologia ajuda a triar diagnósticos neoplásicos como linfoma, mastocitoma, carcinomas e sarcomas, além de diferenciar processos inflamatórios, como abscessos e, até mesmo, causas infecciosas como leishmaniose ou esporotricose. Ajuda, também, na pesquisa de metástase em linfonodos, baço e fígado, por exemplo.

Clique aqui e leia a reportagem completa, gratuitamente, em nossa revista on-line.

Fonte: Redação Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Veterinária cita as principais doenças oculares que acometem os animais de companhia

Artrose provoca desgaste e degeneração da articulação, além de limitar os movimentos dos pets

Graduandas de Veterinária criam projeto de conscientização do combate à raiva

(Foto: C&G VF)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

tráfico de animais

Levantamento: Tráfico de animais selvagens tem dados alarmantes no Brasil e no mundo

palestra

Novidade: Congresso CBNA Pet conta com patrocínio e palestras da Special Dog Company