Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Pets e Curiosidades

Veterinária lista alguns cuidados ao passear com seu cão na rua

Passear com os pets é essencial para manter a saúde física e mental deles e alguns cuidados são fundamentais
Por Equipe Cães&Gatos
cachorro passeando na rua
Por Equipe Cães&Gatos

Os passeios são essenciais para a saúde física e mental dos cachorros, proporcionando exercício, estimulação mental e oportunidades de socialização. “Com a população vivendo verticalmente, sem espaço suficiente para os cães se exercitarem, o passeio se torna primordial”, explica a veterinária Caroline Moretti, diretora-geral do Grupo Vet Popular. No entanto, quando os passeios são realizados na rua, é fundamental tomar alguns cuidados para garantir a saúde e a segurança do animal.

- PUBLICIDADE -

1. Use coleira e guia adequadas

A coleira e a guia proporcionam controle e segurança durante o passeio na rua. Quando bem ajustadas, evitam que o cachorro escape e permitem que você mantenha o controle, prevenindo acidentes e fugas.

Segundo Caroline, se o cachorro é de pequeno porte e tem comportamento tranquilo, pode-se usar a coleira. Porém, se ele é um animal mais agitado, é recomendado utilizar o peitoral, para ajudar na contenção durante os passeios e evitar machucá-lo, caso necessite de um maior controle de movimento na rua.

Utilizar guias curtas ao atravessar ruas e estar atento ao tráfego ajuda a evitar acidentes (Foto: Reprodução)

2. Identificação

A plaquinha de identificação com o nome do cachorro e o número de telefone do tutor é essencial em caso de perda. Isso porque ela aumenta as chances de o pet ser devolvido rapidamente, garantindo segurança ao animal e tranquilidade para o tutor.

Mesmo os animais que possuem microchip precisam utilizar a coleira com identificação, pois nem todas as clínicas veterinárias possuem tecnologia para a leitura das informações contidas nele. Além disso, se os dados cadastrados estiverem desatualizados, de nada valerá o microchip se o bichinho estiver perdido.

3. Hidrate seu cachorro

Levar água fresca e oferecê-la ao animal durante o passeio na rua é essencial, especialmente em dias quentes. Isso porque ajuda a prevenir desidratação e mantém o cachorro saudável e confortável durante a atividade física.

4. Escolha os horários adequados

Especialmente em épocas quentes, é importante se atentar aos horários de passeios na rua para evitar queimaduras nas patas e superaquecimento. “Para prevenir queimaduras nas patas, na hora dos passeios ao ar livre, o ideal é caminhar bem cedo, até às 9h ou a partir das 17h, quando as temperaturas não estarão tão altas e o solo terá perdido calor suficiente para não apresentar risco de lesões”, destaca Fabiana Cabrera Veras, gerente da clínica veterinária Pet de Todos.

5. Recolha as fezes

Recolher as fezes do cachorro não é exatamente um cuidado com o animal, mas é uma questão de higiene e responsabilidade cívica. Isso mantém as áreas públicas limpas, previne a disseminação de doenças e demonstra respeito pela comunidade e pelo meio ambiente.

Se seu cão for mais agitado, é recomendado utilizar o peitoral, para ajudar na contenção durante os passeios e evitar machucá-lo (Foto: Reprodução)

6. Mantenha a vacinação em dia

Para proteger o cachorro de doenças que podem ser contraídas durante os passeios, é fundamental manter todas as vacinas e tratamentos antiparasitários atualizados. Dessa maneira, você assegura a saúde do seu pet e dos outros animais com os quais ele possa interagir.

7. Supervisione interações com outros animais

É importante que o cachorro interaja com outros animais durante os passeios. Todavia, também é essencial monitorar esse tipo de contato para evitar brigas e situações estressantes. Nem todos os cães são amigáveis, e uma supervisão adequada garante que o passeio seja seguro e agradável para todos.

8. Cuidado com o trânsito

Outro cuidado fundamental durante os passeios na rua é com os carros. Para isso, mantenha o cachorro sempre próximo a você e longe do trânsito para garantir a segurança do animal. Utilizar guias curtas ao atravessar ruas e estar atento ao tráfego ajuda a evitar acidentes.

Fonte: Portal EdiCase, adaptado pela Equipe Cães e Gatos.

LEIA TAMBÉM:
Hora de viajar? Saiba como pegar a estrada com o seu pet
Seu cão dorme mal? Saiba como melhorar o sono dos pets
Estudo alerta sobre os riscos de tratar problemas de mobilidade tardiamente

Compartilhe este artigo agora no