in

CRMV-SP organiza 1º Encontro Estadual de Coordenadores de Cursos de Medicina Veterinária

Ação promovida em comemoração ao Dia da Educação, debaterá as diretrizes curriculares nacionais do curso

A educação é a fonte da construção de valores sociais, éticos e morais. Nesta quinta-feira (28), é celebrado o Dia da Educação, data que visa conscientizar a sociedade acerca da importância do conhecimento. Mas, quando o assunto é ensino superior, o foco está na produção que gera riqueza ao País, emprego e qualidade de vida. 

Só no Estado de São Paulo, os cursos de Medicina Veterinária são oferecidos em 105 unidades, enquanto para Zootecnia em atividade, somente 19. Diante disso, o Conselho de Medicina Veterinária de São Paulo (CRMV-SP) direciona atenção a questões como: a universidade tem preparado seus alunos para o mundo do trabalho? Se tratando de fatores socioambientais, econômicos, políticos e culturais, como ela contribui para a inovação do aluno e da sociedade?

Muitas vezes, o que se observa no processo de formação de nível superior em quase todas as áreas é um relativo descompasso entre o que se planeja para a obtenção de um perfil profissional egresso pelas universidades e o que o mercado de trabalho busca devido ao dinamismo sócio-econômico.

O presidente da Comissão Técnica de Educação e vice-presidente do CRMV-SP, Prof. Dr. Fábio Manhoso, explica que “este cenário se intensifica na era da informação em que vivemos, em que novos paradigmas são construídos em tempos recordes”.

A Medicina Veterinária, ao abraçar a Saúde Única e ligar os três aspectos desse conceito, que é a relação indissociável entre a saúde animal, humana e ambiental, revela-se uma das profissões mais completas do mundo. Foi criada com o dever de prevenir e curar doenças, mas sempre tendo como objetivo o homem e o serviço maior à humanidade. 

Diretrizes Curriculares transformadas

Fábio Manhoso explica que as novas Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN) dos cursos de Medicina Veterinária foram instituídas recentemente, e estão em fase de implantação em todo o território brasileiro. “Elas foram elaboradas considerando a necessidade que o médico-veterinário tem de uma formação generalista, humanista, crítica e reflexiva, que o torne apto para atuar na Saúde Única”, enfatiza.

Na graduação em Zootecnia, também houve a necessidade de um aprimoramento dos currículos. O presidente da Comissão Técnica de Zootecnia e Ensino do CRMV-SP, Prof. Dr. Celso da Costa Carrer, explica que desde 2000, as propostas de ensino vêm sendo debatidas, o que resultou em um documento único nacional, com itens que visam aproximar a educação ao que o mercado atual exige.

1º encontro de coordenadores
A Medicina Veterinária, ao abraçar a Saúde Única e ligar os três aspectos desse conceito, revela-se uma das profissões mais completas do mundo (foto: reprodução)

Perfil para o mercado

Seja na Medicina Veterinária ou na Zootecnia, o perfil ideal exigido pelo mercado é de profissionais conhecedores de técnicas e tecnologias (hard skills), capazes de aumentar a produtividade das empresas. No entanto, as habilidades comportamentais (soft skills) ganham cada vez mais importância frente à nova realidade, que são: flexibilidade, trabalho em equipe, conhecimento de negócio e comunicação, dinâmica e capacidade de decisão, entre outras.

Do ponto de vista da oferta de disciplinas, deve-se atentar para o aumento da formação nas áreas de conhecimento das ciências sociais aplicadas, como: gestão, economia, sociologia e comunicação.

Celso Carrer, acredita que “é importante inserir no processo de ensino-aprendizagem uma visão do todo (ensino transversal), com contato de problemáticas profissionais desde os primeiros semestres, de forma a ajudar os estudantes a trabalharem mudanças de comportamento em sala de aula (metodologias ativas) e melhor adaptação ao que o mercado precisa”.

Encontro com coordenadores lança campanha orientativa

Na próxima sexta-feira (29), o Conselho Regional, promoverá o I Encontro Estadual de Coordenadores de Cursos de Medicina Veterinária, em São Paulo. Ação voltada exclusiva para Instituições de Ensino Superior (IES), públicas e privadas, debaterá sobre as Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN) da Medicina Veterinária, ambientes de aprendizagem, e ensino a distância, entre outros.

Durante a assembleia, o CRMV-SP lançará o projeto “Melhor Escolha”, que visa auxiliar o estudante na busca por uma graduação em Medicina Veterinária que atenda aos requisitos mínimos para uma educação de qualidade. 

Compartilhar boas práticas e refletir sobre a educação

O presidente do CRMV-SP, Odemilson Donizete Mossero, reforça que o Conselho não tem gerência sobre o ensino da Medicina Veterinária, mas é seu o dever de se aproximar, sugerir, acompanhar e estimular uma educação de qualidade, proporcionando assim, bons profissionais à sociedade. “Queremos ampliar o diálogo com as IES, buscando seu aprimoramento em alto nível e disponibilizando toda a estrutura da autarquia para esse fim”.

Além disso, “nossa meta é acolher as demandas dos coordenadores para que possamos propor um diagnóstico e traçar metas para os próximos dois anos”, diz Manhoso. 

O presidente da autarquia lembra que o encontro é também uma oportunidade de qualificação para os gestores de cursos superiores. “O Conselho também estará à disposição para contribuir com orientações jurídicas e técnicas, bem como por meio de suas outras Comissões Assessoras”, afirma Mossero.

Fonte: A.I, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Justiça determina que elefante Sandro permaneça no Zoológico de Sorocaba, interior de SP

Uso de cannabis para tratamento animal deve passar por autorização judicial

CFMV habilita entidade para concessão de Título de Especialista em Endocrinologia Veterinária

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Royal Canin dia internaciona dos cães de resgate

No Dia Internacional dos Cães de Resgate, Royal Canin explica como o olfato canino pode salvar vidas

bem estar animal

Municípios de SC recebem orientações sobre projetos relacionados ao bem-estar animal