in

Médica-veterinária alerta sobre os cuidados bucais necessários com os roedores

A especialista em Odontologia explica que alguns alimentos podem comprometer a saúde dental dos animais

A Odontologia em pets não convencionais têm ganhado cada vez mais espaço na Medicina Veterinária, mas, ainda assim, realizar alguns exames como um check-up bucal em um cão não é a mesma coisa que realizar o procedimento em um coelho, por exemplo. A médica-veterinária, especializada em Odontologia Veterinária, Ana Carolina Alves Teixeira, explica que, no caso de avaliação dos dentes de roedores, é bem diferente, pois a abertura da boca é extremamente estreita e pequena, dificultando a avaliação dos dentes posteriores. 

De acordo com Ana Carolina, na consulta odontológica de pets não convencionais deve-se frisar a anamnese não apenas nos dentes, mas no sistema como um todo. “É necessário captar dados sobre espécie e raça do animal, histórico médico, qual tipo de ambiente frequenta, quais são os hábitos alimentares desse paciente – se come apenas ração, se alimenta de feno, frutas, verduras, qual a quantidade é oferecida por dia -, como são as fezes deste animal, secreção ocular”, diz.

Além disso, a veterinária ainda pede para que sejam feitas outras investigações, tais como, dificuldade em realizar a apreensão e mastigação de alimentos duros, anorexia, salivação, entre outros. Após esse estudo o profissional responsável poderá solicitar exames complementares.

Segundo a médica-veterinária, hiper crescimento e mal oclusão são os problemas que esses animais mais apresentam. As principais causas têm relação com doenças metabólicas, deficiência vitamínicas, principalmente de vitamina C (onde ocorre a deficiência na produção de colágeno e dentina), traumatismo, processos inflamatórios e infecciosos. Porém, a causa principal é dieta incorreta. 

A profissional ainda menciona que a oferta de alimentos mais duros e pobres energeticamente acabam prejudicando o roedor, que faz movimentos mastigatórios intensos e eficientes para o desgaste dentário.

Clique aqui para ler o artigo completo, na edição de fevereiro da C&G VF.

Fonte: Redação Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Nas redes sociais, veterinário deve tomar cuidado para não ferir Código de Ética Profissional

Reflexo da pandemia na gestão das carreiras indica período de transformação

Faculdade de Veterinária da UFRGS se destaca em ranking mundial de universidades

Foto: C&G VF

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Perereca extinta

Pesquisadores redescobrem espécie de perereca na cidade de Capão Bonito (SP)

banho e tosa

Fundador de aplicativo de banho e tosa dá dicas de cuidados com a pelagem dos pets