in

Veterinária dá dicas de adaptação do pet com a chegada de um bebê na família

Animal requer atenção e carinho e ferramentas para combater o estresse que pode ser gerado

A chegada de um bebê é um momento único na vida de uma família. E os pets também percebem que existe algo diferente no ar. Os cães costumam se tornar mais protetores durante a fase da gestação, mas, com a chegada do novo membro da família e as mudanças na rotina da casa, eles podem ficar estressados e ansiosos.

Por isso, preparar o cão para a chegada de um novo integrante da família é um passo importante para que ele e o bebê construam uma relação harmoniosa desde o início. Se você tem dúvidas sobre como fazer essa adaptação de forma tranquila, a médica-veterinária e coordenadora de Comunicação Científica da Royal Canin, Priscila Rizelo, passou algumas dicas sobre o tema.

Nunca deixe o pet e o bebê juntos sem supervisão, já que o cão pode não entender o que está acontecendo
(Foto: reprodução)

Dê espaço para o cão. Como comentado pela profissional, toda mãe quer que seu filho seja melhor amigo do seu pet, mas, para isso acontecer, leva um tempo. O cão precisa se acostumar com a presença do bebê e com a nova rotina da casa, afinal, essa é uma situação completamente nova para ele. De início, pode haver excitação, contudo, com o passar dos dias e com uma adaptação gradativa, a tendência é o animal aceitar o novo integrante. “Por isso, respeite o espaço do seu cão, não force uma interação entre ele o bebê e faça associações positivas durante as aproximações”, declara.

Sempre que possível, estimule a interação saudável. Passado o momento da apresentação, os cães podem demonstrar curiosidade sobre o bebê. “Essa é uma ótima oportunidade para que os dois se conheçam melhor. Mas lembre-se, nunca deixe o seu pet e o seu bebê juntos sem supervisão, já que o cão pode não entender o que está acontecendo, e ter algum comportamento imprevisível que pode assustar o bebê”, salienta.

Divida a sua atenção entre o bebê e o pet. É claro que um bebê vai demandar uma atenção enorme por parte dos pais, mas, sempre que possível, inclua o animal na rotina de atividades e dê carinho e atenção a ele. “Mantenha os horários de alimentação, passeio e brincadeiras do cão. A falta de atenção nessa fase pode tornar a adaptação mais difícil”, frisa.

Ajude o seu cão a relaxar. Hoje em dia, uma série de ferramentas estão disponíveis para manter os pets entretidos e calmos. Rotina de atividades com passeios e brincadeiras, brinquedos interativos, vídeos e playlists desenvolvidas exclusivamente para o bem-estar deles são formas de ajudá-lo a se entreterem e relaxarem. A Royal Canin trouxe para o mercado o um alimento para contribuir com momentos de mudanças na vida dos pets. O alimento Relax Care é o novo lançamento da marca, e faz parte da linha Nutrição Saúde para Sensibilidades Específicas, que ajuda os cães a se sentirem mais relaxados durante mudanças em sua rotina, graças a um ingrediente ativo com efeito comprovado cientificamente que facilita a adaptação deles às situações de estresse do dia a dia.

Clique aqui para conferir mais informações.

Fonte: AI, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Luto pela perda de um animal de estimação ainda é desmerecido por muitas pessoas

Dia do Doador de Sangue: doação também é um ato de amor entre os gatos

Hospital Veterinário da Anhembi Morumbi inaugura Sala de Vacina com preços acessíveis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

mutirão

CRMV-MG coíbe realização de mutirão de castração sem estrutura adequada

palestra

Congresso Pet Vet aborda variados temas sobre Medicina Veterinária, na Pet South America