Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Pets e Curiosidades

Cães flagram produtos irregulares no aeroporto de Guarulhos

Farejadores identificaram cerca de 100 kg de alimentos, sementes e raízes
Por Equipe Cães&Gatos
fe6db974-a70e-4ca3-8a96-6bdca53ed67c
Por Equipe Cães&Gatos

No início de dezembro, produtos de origem animal e vegetal de entrada proibida no Brasil foram apreendidos no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo.  Os flagrantes ocorreram com a ajuda de Meg e Vamp, duas cadelas farejadoras treinadas pelo Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA) para detectar produtos de natureza orgânica em bagagens de passageiros.

A fiscalização nesse material busca evitar a entrada de produtos que possam colocar em risco a agropecuária nacional. Alimentos in natura, sementes, pós, conchas e outros itens podem portar patógenos ausentes no Brasil e que ameacem a segurança da produção brasileira. Por isso, há auditores fiscais do ministério atuando em todos os pontos de fronteira do País.

Trabalho em conjunto fortalece barreira brasileira contra patógenos inexistentes em nosso território (Foto: divulgação)

Durante a semana, a equipe recebeu o reforço de outros dois especialistas na fiscalização com cães farejadores: Tatiane Meireles Cunha, do aeroporto de Brasília, e João Gilberto Beggiora, de Curitiba, se juntaram a Eduardo Alves Barbosa Figueiredo e Montemar Shoussuke Onishi, de Guarulhos, que coordenam o trabalho de Meg e Vamp. Beggiora é um dos profissionais mais experientes nessas abordagens.

“O trabalho conjunto ajudou a padronizar procedimentos e trocar experiências, além de mostrarmos as ações de fiscalização que a equipe K9 (de cães) realiza em Guarulhos”, explicou Montemar.

No total, foram apreendidos cerca de 100 quilos de mercadorias, sendo quase 90 quilos provenientes de voos de Lisboa e da Etiópia. O restante, entre 10 e 15 quilos, estavam em voos vindos da América do Sul (Argentina, Uruguai, Bolívia, Peru e Chile), Canadá, Estados Unidos e Emirados Árabes.

Foram retidos produtos de origem animal, como queijos, bacalhau, embutidos suínos (salame, presunto cru, presunto com osso – pata negra, bacon), mel e pescados (peixe, camarão, conchas, vieira). Entre os produtos de origem vegetal, havia castanhas, lichias, maçãs, tâmaras, ervas diversas, sementes, raízes, folhas para chá, pós diversos à granel, pinhão, galhos e pepinos.

Vamp e Meg começaram a atuar no aeroporto de Guarulhos em junho deste ano, depois que um canil foi inaugurado especialmente para recebê-las. Elas foram treinadas no Centro Nacional de Cães de Detecção (CNCD), em Brasília.

Fonte: Ministério da Agricultura e Pecuária, adaptado pela equipe Cães e Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Veterinárias citam principais doenças infecciosas em cães e gatos recém-nascidos 

Umami: o quinto sabor básico é o preferido dos pets

Gatos na fila de adoção podem ser “apadrinhados” no Natal

NewsLetter

Cadastre-se agora e receba nossos boletins e atualizações em seu email. 

Integração
Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!